Vetado Decreto que dava 53 dias de recesso de final de ano

72880469 1408108249339682 4739260853654650880 oFoi vetado na sessão deste dia (21), na Câmara de vereadores de Chapada dos Guimarães, o Decreto que dava recesso de 53 dias para funcionários públicos no município.

Segundo o executivo, para reduzir custos, os funcionários teriam recesso a partir do dia 21 de novembro até o dia 12 de janeiro de 2020, seriam 53 dias consecutivos de folga.

Para Câmara de vereadores, no entanto, a justificativa de redução de gastos não condiz com a realidade, pois os funcionários continuariam recebendo salários normalmente e os aparelhos e prédios públicos ainda estariam em funcionamento, gerando os mesmos gastos.

Para o presidente da Casa Carlinhos (PT), um recesso tão longo poderia precarizar os serviços públicos e prejudicar a população. Carlinhos apontou também que os cortes que deveriam ser feitos não o são, e lembrou que “A receita do município aumentou 4.30% em relação ao ano de 2018. São aproximadamente R$2.300.000,00 (dois milhões e trezentos mil) a mais, arrecadados para os cofres públicos e a sangria parece nunca ter fim” diz vereador.

A Câmara aprovou por maioria, o Projeto de Decreto nº004/2019, de autoria dos vereadores Bozó (MDB), Mariano (PSC), Rosa Lisboa (PL), Joair Siqueira (MDB) e Carlinhos (PT), que vetou o Decreto Municipal 68/2019. Publicada a votação, na segunda-feira (25) os serviços públicos já devem estar funcionando normalmente.
Veja como votaram os vereadores:

Carlinhos
Mariano Fidélis
Rosa Lisboa
Joair Siqueira
Bozó
Paulinho
Michele

Contra veto:
Profª Cidú Siqueira
Dudu
Aline Muniz
Netinho

GWS Logomarca CM Chapada Blue

Av. Fernando Corrêa, Centro, n°. 763, CEP: 78.195-000
Câmara Municipal de Chapada dos Guimarães - Mato Grosso

Search